Apostilas para Concursos Públicos

Ir para o Conteúdo Principal »

Busca no Site

Category Navigation:

Você está agora em:

Apostila Concurso Farmacêutico - Rio Saúde 2016

Apostila Concurso Farmacêutico - Rio Saúde 2016

Apostila Concurso Farmacêutico - Rio Saúde 2016

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado.

R$70,00

Descrição Rápida

PRÉ VENDA DISPONÍVEL 

REMESSA A PARTIR DO DIA  05/04/2016

Descrição do Produto

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Compreensão de textos. Localização de informações explícitas e implícitas. Diferentes modos de organização textual: descrição, narração, argumentação e injunção. Sentido de palavras e expressões no contexto de uso. Emprego de figuras de linguagem - denotação e conotação. 2. Ortografia – conforme o acordo ortográfico em vigência. Acentuação gráfica. Emprego do hífen. Emprego de letras. 3. Concordância nominal e verbal. 4. Regência nominal e verbal. Uso do acento grave indicativo de crase. 5. Formação de palavras. Valor semântico de radicais, prefixos e sufixos. Neologismos e estrangeirismos. 6. Emprego e função dos substantivos, artigos, numerais, adjetivos e advérbios. Locuções adjetivas e adverbiais. 7. Emprego e colocação dos pronomes. 8. Emprego dos verbos. Flexão verbal. Tempos, modos e vozes verbais. Locuções verbais, tempos compostos e formas nominais do verbo. 9. Relações de sentido entre orações e segmentos de texto. Coordenação e subordinação. Coerência e coesão textual. Colocação de termos na oração. 10. Emprego dos sinais de pontuação. 11. Equivalência e transformação de estruturas sintáticosemânticas. Redação oficial. Reescrita de frases. Variação linguística e adequação ao contexto de uso.

ÉTICA DO SERVIDOR NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

1. Princípios constitucionais de natureza ética: Moralidade, Impessoalidade, Probidade, Motivação e Publicidade. 2. Crimes contra a Administração Pública: crimes praticados por funcionário público contra a Administração Pública em geral; crimes praticados por particular contra a Administração em Geral; crimes contra a Administração da Justiça e crimes contra as finanças públicas. 3. Decreto Municipal 13.319/94. 4. Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92). 5. Lei de Licitações e Contratos da Administração Pública (Lei 8.666/93).

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

I – Assistência Farmacêutica

Diretrizes para estruturação de farmácias no Sistema Único de Saúde. Conceitos aplicados ao Sistema Único de Saúde. Acesso, promoção e uso racional ou adequado de medicamentos. Seleção, utilização e informação de medicamentos. Farmacoepidemiologia. Logística farmacêutica. Gerenciamento, monitoramento e avaliação da assistência farmacêutica. Ciclo da Assistência Farmacêutica: programação, aquisição e armazenamento. Ética. Regulação sanitária de medicamentos. Avaliação de tecnologias em saúde e medicina baseada em evidências aplicadas à assistência farmacêutica. Sistemas de informação em saúde e epidemiologia. Assistência farmacêutica e demandas judiciais de medicamentos no Sistema Único de Saúde.

II – Farmacologia:

Princípios gerais da farmacologia. Neurofarmacologia. Modulação da função cardiovascular. Inflamação, imunomodulação e hematopoiese. Hormônios e seus antagonistas. Fármacos que afetam a função gastrointestinal. Quimioterapia das doenças microbianas. Farmacologia ocular e dermatológica. Farmacoterapia de distúrbios ginecológicos e obstétricos e contracepção.

III - Farmácia Hospitalar

Ética em pesquisa. Gestão de suprimentos e custos. Sistemas de distribuição de medicamentos. Gestão da qualidade e indicadores aplicados à farmácia hospitalar. Farmacotécnica hospitalar: formas farmacêuticas estéreis e não estéreis. Terapia nutricional parenteral. Comissão de controle de infecção hospitalar. Gerenciamento de resíduos nos serviços de saúde. Centros de informação de medicamentos. Erros de medicação. Princípios de farmacoepidemiologia e farmacovigilância na farmácia hospitalar. Farmácia clínica. Educação sanitária. Marketing e Promoção de Medicamentos.

IV– Legislação Sanitária e Farmacêutica

BRASIL. Lei n.º 5991, de 17 de dezembro de 1973. Dispõe sobre o controle sanitário do comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, e dá outras providências. 

BRASIL. Lei nº 9.787, de 10 de fevereiro de 1999. Altera a Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976, que dispõe sobre a vigilância sanitária, estabelece o medicamento genérico, dispõe sobre a utilização de nomes genéricos em produtos farmacêuticos e dá outras providências. 

BRASIL. Lei nº 12.401, de 28 de Abril de 2011. Altera a Lei no 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a assistência terapêutica e a incorporação de tecnologia em saúde no âmbito do Sistema Único de Sistema Único de Saúde - SUS. 

BRASIL. Lei nº 13.021, de 8 de agosto de 2014. Dispõe sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas. 

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Resolução da Diretoria Colegiada RDC Nº 44, de 17 de agosto de 2009. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências. 

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Resolução da Diretoria Colegiada RDC Nº. 67, de 8 de outubro de 2007. Dispõe sobre Boas Práticas de Manipulação de Preparações Magistrais e Oficinais para Uso Humano em farmácias (e anexos). 

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada RDC n.º 45, de 03 de setembro de 2003. Dispõe sobre o Regulamento Técnico de Boas Práticas de Utilização das Soluções Parenterais (SP) em Serviços de Saúde. 

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998 (e suas atualizações). 

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Resolução nº. 338, de 06 de maio de 2004. Política Nacional de Assistência Farmacêutica. Disponível em http://www.conselho.saude.gov.br/resolucoes/reso_04.htm. Acesso em 10/03/2016. BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº. 3916, de 30 de outubro de 1998. Política Nacional de Medicamentos. 

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.555, de 30 de julho de 2013. Dispõe sobre as normas de financiamento e de execução do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Publicado em DOU de 31 jul. 2013. 

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.554, de 30 de julho de 2013. Dispõe sobre as regras de financiamento e execução do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). 

BRASIL. Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº. 492, de 26 de novembro de 2008.

BRASIL. Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº. 568, de 06 de dezembro de 2012. 

BRASIL. Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 596, de 21 de fevereiro de 2014. Dispõe sobre o Código de Ética Farmacêutica, o Código de Processo Ético e estabelece as infrações e as regras de aplicação das sanções disciplinares. 

Questões com gabaritos

Acompanha CD 

Você pode também estar interessado nos seguintes produtos

Apostila Farmácia, Bioquímico e Farmacêutico - 1000 Questões para Concursos Públicos

Apostila Farmácia, Bioquímico e Farmacêutico - 1000 Questões para Concursos Públicos

Preço Normal: R$40,00

Preço Promocional: R$29,90

     

Tags do Produto

Acrescentar suas Tags:
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.
 

Meu Carrinho

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

 

LiveZilla Live Help

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro



Rastreamento de Objetos

Objeto(s):


 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro